I got my Visa - My experience


Hi everybody!!!

Gente nesse post eu vou falar como foi a minha experiência na entrevista para o visto, o próximo post eu dou as dicas de como preencher as documentações entre outras coisas porque se não vai ficar ainda mais gigantesco. Quis compartilhar com vocês minha experiência para que vocês entendam que obstáculos podem aparecer que não é fácil mesmo, mas tenha fé e mantenha o seu foco, acredita em Deus que ele da um jeito de resolver tudo.
Quem disse que vida de au pair é moleza???

Eu estava trabalhando muito porque o posto onde eu trabalho ia passar por uma avaliação, eu não pensava em mais nada, só queria colocar TODO serviço de 3 anos em dia, então au pair na minha vida esquece né.
Ai passou a avaliação todo bem, agora vou começar a mexer com o visto, mostro o email para  minhas amigas para elas me ajudarem a escolher a melhor data.
Não sei o porquê eu pensei que ia agendar o visto em outubro, mas era setembro, ou seja na próxima semana.
Desespero modo on. Tirei a semana de folga só para resolver isso, preencher o DS ir atrás dos documentos, separar as coisas necessárias, pagar, tirar a foto...
Dei entrada no dia 06 e no dia 8 fiz o pagamento pelo cartão de credito,
**Agradeço de todo coração a todos que ajudaram no meu momento de desespero.
Eu estava muito nervosa, gente acho que foi a pior parte do meu processo, como eu passe mal, sentia tanta dor no peito, falta de ar, parecia que ia enfartar, fui buscar meu holerite a minha chefe, “Suellen pelo amor de Deus calma mulher, assim voce nem chega lá”
O meu maior medo não era o visto, era chegar no local na hora certa.

05/09 – CASV - Vila Mariana as 14:00
Sai de cruzeiro as 07:00 cheguei em SP as 10:30 peguei metro desci na estação praça da arvore, peguei o ônibus verde que desce em frente a UNIP, gente não tem erro, você desse em frente ao supermercado Extra, o casv fica do lado.
Cheguei no casv as por volta das 11:00,deixei a minha bolsa em uma armário ao lado paguei 10,00.
Mesmo sendo cedo entrei, eles só pedem o papel com o horário da entrevista taxa SEVIS  e passaporte, eles confirmam o seu passaporte, e pedem para você subir, lá você colhe as digitais e tira uma foto.
Devolvem tudo e só.
Eu ia dormir na casa da minha amiga, mas ela estava cheia de coisas para resolver, então fui almoçar, fui para o shopping Santa Cruz, estava lá lendo os gibis em Inglês que comprei para a minha kid (conferindo se não tinha nada impróprio né)
O Anderson me ligou e falou para encontrar com ele na estação Marechal Deodoro, fiquei a tarde todo no shopping Higienópolis (gente que lugar é aquele, MARAVILHOSO, e amei os companheiro de trabalho, me diverti muito),
Minha amiga me envia uma mensagem dizendo que tinha que ir viajar correndo e eu não podia ficar na casa dela, sabe quando você fica sem reação.
Liguei para o meu amigo que ia me levar no consulado, e falei, eu posso dormir no Itaquera ou em Francisco morato, qual é melhor? Ele falou o melhor e você dormir em um hotel aqui perto mesmo, para evitar atraso, eu saio as 20:30, passa aqui que eu te deixo lá.
Estava muito feliz por reencontrar esse amigo depois de quase 1 ano. Fui ao local e hora combinando, mas nos desencontramos e eu sai da estação ele surtou começou a brigar (pode passar o tempo que for as coisas não mudam)  ele me deixou no hotel e disse amanha eu venho te pegar, ou você me encontra lá na barra funda, lá tem um ônibus que em 30minutos estamos lá.

06/09 – Consulado –Chácara Santo Antonio - 10:15
De manha ele me envia uma mensagem pedindo desculpas mas tinha que socorrer no seu o que, e não podia ir comigo.
Ai eu chorei, chorei que ninguém criança mesmo de raiva de medo de não chegar na hora,
Me arrumei peguei o metro na armênia e o trem, desci na barra funda, fui perguntar no balcão de informação o ônibus que me deixaria no consulado,
* moça não tem nenhum ônibus que vai para lá, você pode pegar dois ônibus.
*tem sim moça (liguei para o meu amigo ele não atendeu, não conseguia segura as lagrimas)
*calma moça eu vou te ajudar.
*e se eu for de taxi?
*ela olho com um olho tão estalado, moça é MUITO longe,
*então me vê o caminho mais rápido (morrendo de vergonha por chorar e todo mundo me olhando - Kellinha me ligando tentando me consolar e me guiar,amiga obrigada pelo apoio.)
Fiz todo o caminho de volta, eu não sei por que os paulistanos reclamam tanto de trem/metro lotado, qual é o problema se você nem sente o chão? Pelo menos você não cai quando o trem/metro freia =p
Desci na Sé (que coisa mais maravilhosa, fiquei tão encantada), atravessei a praça correndo quando vi meu ônibus quase saindo. Quase 1:00 de ônibus por sorte sem transito.
Parei na padaria para pedir informação e comprei um suco (nota-se que foi a primeira coisa que bebi/comi desde o almoço de quarta) e andei uns 5 minutos, deixei a minha bolsa em frente.
09:30 – Cheguei no consulado varias filas mas eu cheguei e já entrei, pegaram meu passaporte a taxa sevis–comprovante do agendamento e me deram uma senha, eu tomei um susto com tanta gente,  não imagina que são tantas pessoas querendo ir para USA. Você fica olhando para uma tela onde aparece todos os números, eu no desespero para não passar o meu numero, depois eu vi que as meninas chamavam caso você perdesse.
Conversei com varias pessoas. Cada uma com um motivo diferente para a viagem, nenhuma au pair =/
Você é chamado eles devolvem seu passaporte e os documentos e você vai para uma fila única, (na fila eu não pensei no visto, estava muito triste pelo meu amigo ter me deixado sozinha, ele sabia que isso era importante e me deixou completamente sozinha, sem nenhuma informação, nem ligou para se explicar ou depois para saber se eu tinha chego)
Quase na minha vez eu olhei para um cônsul cara de americano que estava de mau humor e iria reprovar todo mundo, eu só não queria que fosse ele, o ajudante mandou eu ficar em frente a cabine 13, o cara era da 14, então olhei para o outro lado, caso ele me chamasse fazia de conta que não era comigo, a menina que estava na cabine 12 estava tendo o visto negado, olhei para frente e ele me chamou.
C=cônsul
E=eu
C=bom dia
E=bom dia
C= qual e o motivo do seu visto?
E=au pair
C=onde você vai morar?
E=Connecticut
C=porque você quer ser au pair?
E=porque eu terminei meu curso de enfermagem e quero fazer a graduação, mas antes eu quero ter um bom inglês
C= e porque que o intercâmbio vai te ajudar?
E=porque para se trabalhar em um bom hospital você precisa ter um inglês fluente
C=você tem experiência com criança?
E=
 Sim no meu trabalho tenho uma parte voltada para saúde da criança eu fiz voluntariado em uma creche e ajudava na igreja quando era mais nova.
C= você fala inglês?
E= um pouco
C=???? do you study English
E=pardan, repeat please
C=Where did you study English?
E=I studied in a school in my city,for 3 years
C=você disse que quer fazer faculdade quando voltar que agora tem o técnico
E=sim, eu fiz o técnico que seria a pratica, quero fazer o intercambio e quando voltar fazer o que chamam de padrão que e parte mais burocrática
C= digita digita digita
 
E= sorrindo porque ja sabia que foi aprovado,
C=assina o papel, pega um panfleto e fala, esses são os seus direito nos USA já que você vai trabalhar lá, seu visto foi aprovado PARABENS

E= Obrigada. (com um sorriso que nem precisava falar nada né)
*Isso mesmo a unica pergunta em Inglês foi essa ai.
Gente não sei descrever a minha felicidade, era muito grande, enviei mensagem para meus amigos que estavam me acompanhando e torcendo por mim e para a minha irma.

11:00 - Andei por 20 minutos- peguei o trem na estação do Morumbi -desci na estação pinheiros -peguei a linha amarela - desci na estação da luz - entrei na linha azul - desci no Portuguesa-Tiete.
Cheguei 12:30  meu ônibus era as 12:00, eu ia ate a shopping D para poder almoçar, mas estava tão cansada com tanta dor de andar para cima e para baixo com uma mala, por sorte tinha um ônibus as 13:00,(ultima poltrona) 
para a cidade quase vizinha e de lá tinha ônibus toda hora comprei uma passatempo e uma água e fui para a plataforma.
Eu falo que ganhei um brinde de Deus, no ônibus conheci uma pessoa pela qual eu já tenho muito carinho e tem feito parte dos meus dias. Um verdadeiro amigo.


Dica:
Não importa o quanto a pessoa é a sua amiga e você confie nela, não deposite seus planos nela, esse é o seu sonho, então vá atrás você, seu amigo deve ser o seu apoio mas caminhe com as suas pernas.
Tenha sempre um plane B-C-D-... Não seja pego desprevenido, se informe muito bem antes.
Quando você achar que não tem solução tente manter a calma e tenha alguém que que possa te guiar.

4 comentários:

Kamyla Amorim disse...

Lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa, quero logo ta junto de vocês.

Suellen disse...

Não vejo a hora de voce estar lá
vamos fazer varios videos, tirar muitas fotos
Vamos aproveitar muito USA

~*JuJu DiVa*~ disse...

Nossa Suellen, minha filhaaa senti toda sua angustia lendo seu post! Me lembrei mto do dia q eu fui tirar meu visto. Foi bem mais de boa, do tipo suuuuper de boaçaaa comparando sua estoria, mas mesmo assim lembrei da correria, do nervoso, da ansiedade, do medo (tava rodando pra cima e pra baixo com todos os documentos em pleno Rio de Janeiro e sozinha), enfim...
Essa semana eu voltei a atualizar meu blog, o qual ficou jogado as traças praticamente desde que me inscrevi no programa em 2012, e aos poucos vou compartilhar minhas estorias, e seria muito legal se você podesse dar uma forçinha lá! :)
Beijosss

link disse...

I'm interested in advertising on your blog. Where can I find contact information?

Postar um comentário